Preço de combustíveis se mantém estável, apesar de anúncio de redução
2017-06-16 12:12:08

Depois da Petrobras anunciar queda no preço da gasolina e do diesel nas refinarias na quarta-feira (14), os postos de combustíveis de Campo Grande ainda não baixaram os valores  e alegam que ainda não receberam combustível com preço mais barato.

A queda anunciada é de 2,3% para a gasolina e em 5,8% para o diesel. Quando o combustível fica mais barato nas refinarias, os donos de postos só baixam os valores, quando compram novos estoques.

Até a manhã desta sexta-feira (16), ainda não havia chegado nos estabelecimentos a compra de combustível, porém, segundo entrevistados pelo Campo Grande News, caso haja uma redução, os valores mais baixos serão repassados aos consumidores finais, ainda hoje.

De acordo com a supervisora do posto Nossa Senhora da Conceição que preferiu não ter o nome divulgado, o novo estoque de combustível chega à tarde, mas ainda não se sabe se a gasolina e o diesel estarão mais baratos. No posto, localizado na rua Eduardo Santos Pereira, a gasolina e o diesel são comercializados a R$ 3,29 no dinheiro.

No posto São Marcos, situado na rua Cândido Mariano, por enquanto não houve alteração nos preços, sendo que a gasolina está sendo vendida a R$ 3,29 e o diesel a R$ 3,35, segundo o auxiliar administrativo, Erick Teixeira.

Na avenida Três Barras, o posto Shell da rede Bonatto, comercializa a gaslina a R$ 3,29 e o diesel a R$ 3,09 na manhã de hoje. Estoque com novos combustíveis deve chegar à tarde e caso os preços estiverem mais baixos, será repassado aos consumidores.

Ao contrário de outros estabelecimentos, no posto da rede Taurus, localizada na avenida Mascarenhas de Moraes, o valor dos combustíveis deve subir, mas sem data definida, segundo a gerente Estela Duailib. "Ao longo de seis meses, reduzimos em 5% o preço da gasolina para o consumidor e estamos operando com a margem de lucro baixa. A queda anunciada nessa semana, não será repassada para as bombas", comenta.

No local, a gasolina é vendida a R$ 3,25 no dinheiro e R$ 3,45 no cartão de crédito.

Fonte: CGNews
Comentrios.
Deixe um comentrio.