Segundo dia do Bonito Blues & Jazz festival traz um dos nomes mais importantes do Blues brasileiro
2017-06-16 10:44:01

A sexta-feira (16/06) “promete” pra quem vai estar em Bonito...o Bonito Blues & Jazz Festival vai estar a todo vapor, em seu segundo dia, com atrações para todos os gostos: Blues clássico, Blues moderno, Rockabilly, Soul, Surf Music, Música Popular Brasileira, e até Música Africana.


A noite começa com Gessy & The Rhivo Trio, a mais nova revelação da música Campo-grandense, que tem encantado a todos por onde passa. Com uma proposta “vintage”, eles passeiam por vários estilos “das antigas” – Rockabilly, country, Soul, Surf Music, Jovem Guarda... A banda é formada por Marcelo Rezende (baixista e co-fundador dos Bêbados Habilidosos), Rodrigo Gasparetto (guitarra), Felipe Lira (bateria) e Gessy nos vocais, uma cantora incrível que impressiona ao interpretar os clássicos de algumas das maiores cantoras da história, como Janis Joplin, Etta James e Amy Winehouse.


Na Sequência da noite, o Projeto MPBlues vem com sua proposta de mostrar o quanto o Blues está presente dentro da Música Popular Brasileira. Com um repertório 100% cantado em português, a banda formada por Luis Ávila (guitarra e vocal), Renan Heimbach (bateria e vocal), Jorge Costa (baixo) e Willian Justi (guitarra), traz grandes clássicos da música brasileira como Barão Vermelho, Cazuza, Raul Seixas, Celso Blues Boy, Blues Etílicos, Legião Urbana (você sabia que o Legião Urbana também tocava Blues?) e o Blues sul-mato-grossense, de José Boaventura, Geraldo Espíndola, e do grande Renato Fernandes, saudoso cantor e compositor dos Bêbados Habilidosos, considerado por muitos o maior cantor e compositor de Blues que o Brasil já teve.


O terceiro show da noite é de ninguém mais ninguém menos que Adriano Grineberg, o grande nome do “Piano Blues” brasileiro. Adriano tem um dos mais extensos e respeitáveis currículos, não apenas dentro do Blues, mas dentro da Música Popular Brasileira. Adriano, além do Blues, traz em seu currículo também ter trabalhado com artistas de grande expressão nacional, como por exemplo a banda paulistana ira!, Paralamas do Sucesso, Cidade Negra, Gilberto Gil e Ana Cañas. Adriano trará em seu repertório, além de clássicos do Blues, um pouco do seu trabalho de pesquisa das raízes africanas do Blues, que está registrado no seu disco “Blues for Africa”.


E pra quem acha que a noite vai acabar por aí no “terceiro show”, aguardem... Adriano e o Projeto MPBlues tocaram juntos em Campo Grande, e essa parceria deu tão certo que estão cogitando fazer uma uma “Jam Session” no fim da noite, com todos os músicos das três bandas se juntando no palco e tocando juntos de improviso. As “Jams” são “a essência” do Blues, e estes “acasos” produzem alguns dos momentos mais legais e inesperados nos festivais. E a probabilidade disso acontecer no final da noite de sexta é muito grande. Quem for verá!!!

Fonte: 2º Dia de festival - Bonito Blues & Jazz
Comentrios.
Deixe um comentrio.